Voltar

A personalização da tecnologia em prol do cliente

*Por Fredy Evangelista – CEO da Vianuvem


24 de junho de 2020


Se antes do Coronavírus, personalização já podia ser considerada a palavra do momento, hoje, com todas as transformações sendo fortemente aceleradas pela pandemia, já não faz mais sentido pensar em um modelo de negócio – seja ele B2B ou B2C – sem levar em conta essa característica. Um relatório da Accenture confirma essa questão e coloca a hiper-personalização como uma das grandes tendências para 2020. O estudo aponta ainda que 75% dos consumidores têm maior probabilidade de comprar em lojas que conhecem seus nomes e recomendam produtos com base em seu histórico de compras.

Assim como para a venda de produtos, a customização tem ganhado cada vez mais força também no setor de serviços. Atualmente, já podemos considerar natural, com a ajuda de um aplicativo, contratar os mais diversos serviços, desde diarista até aluguel de casa. Ademais, olhando para o mercado, e como um empreendedor que vende soluções tecnológicas, me pergunto: por que não investir também na personalização de tecnologia? Afinal, já se fala muito no uso de Softwares como Serviços e personalizá-los pode agregar cada vez mais valor a eles e, consequentemente, fortalecer o negócio, a meu ver.

Neste contexto, os players que mais podem se beneficiar com a personalização de softwares são as grandes empresas, principalmente neste período de pandemia em que são necessárias muitas adaptações para manter as operações funcionando. Processamento de pedidos de funcionários como aviso de férias, afastamento, demissão; além da aprovação de materiais promocionais, e no caso do varejo, o faturamento das vendas em um sistema completamente digital, são alguns exemplos de processos que precisam ser realizados à distância nesse período.

Vou dar um exemplo prático: por uma questão de segurança, economia e de facilitação das operações, muitas organizações têm procurado reduzir o fluxo dos papéis, que antes costumavam passar de mão em mão, por precisar de análise e assinatura de várias pessoas. Com a ajuda dos sistemas digitais, é possível implementar facilmente a tramitação desses documentos em um sistema de nuvem com assinaturas digitais. Como consequência, é cortada a burocracia e o custo de ter que deslocar um entregador de um lugar para o outro com a papelada, garantindo também a segurança do colaborador nessa época.

E não apenas as grandes organizações podem se beneficiar com essa tendência. As pequenas e médias empresas também podem lucrar com isso, já que em momentos de pandemia, muitas precisam se render ao atendimento automatizado e à distância, que pode ser facilitado com a inserção de formulários nos canais digitais. A simples ativação de um chatbot, por exemplo, pode resolver o problema.

Finalmente, com tudo o que foi pontuado por aqui podemos perceber que é preciso enxergar que, assim como personalizar produtos, experiências, atendimento e serviços, customizar tecnologia pode ser um grande catalisador da transformação digital e, portanto, um aliado importante, principalmente nas grandes empresas. Use essa descoberta a seu favor!